A tecnologia na infância


Qual o momento da inserção da tecnologia na infância?

Por Lívia Salgado

Hoje vivemos em um mundo onde a tecnologia vem melhorando a vida das pessoas em vários aspectos. Grandes foram os avanços com a saúde, inúmeros foram os recursos para a área de segurança, assim como para a infância. Veja a facilidade de uma babá eletrônica ao lado do bebê, garantindo uma maior tranquilidade aos pais. Se fossemos citar todos os ganhos que estamos tendo com os avanços da tecnologia, com certeza passaríamos do número máximo de caracteres recomendados para um texto de blog.

tecnologia na infância é tema no CELS

De contrapartida, a lista de “reclamações” não é tão extensa, mas com alguns pontos bem preocupantes. O uso dos celulares e tablets, principalmente na infância, é uma delas. Nesta fase da vida as criança de 0 a 5 anos estão descobrindo o próprio corpo, a fala, os sentimentos e a convivência consigo, com o outro e com o mundo. Fase onde a presença ativa e participante dos adultos, só tende a enriquecer este momento de descobertas e aprendizagem, mas que vem diminuindo a cada dia, por causa da “vida corrida” que os adultos tem, e por consequência, levando seus filhos a terem também.

Já acordamos dizendo para a criança que precisamos apressar, pois estamos atrasados. Neste momento ela vê o adulto dando uma olhadinha no celular. Observa o pai ligar o computador para responder apenas um e-mail que é urgente. “Conectado” e sem prestar atenção diz pra criança: “come rápido, senão vamos chegar atrasados”.

Quais serão as perguntas que transitam na cabecinha da criança neste momento?

Além daquelas horas do dia em que a família coloca um celular ou um tablet na mão da criança, para “ocupa-lo”. Ai eu me pergunto: Se estivesse com um jogo de quebra cabeça nas mãos, onde precisasse arrumar as peças, conferir se não estava faltando alguma e depois tentar montar, não estaria igualmente ocupado?

Diante desta realidade, acredito e defendo que a tecnologia não precisa fazer parte da educação infantil dentro das escolas. Podemos apenas utilizá-la como um recurso para nosso trabalho. Tecnologia na infância, dentro da escola, é assistir um filme relacionado ao tema que está sendo trabalhado. Tecnologia na educação infantil é utilizar o celular para registrar as imagens dos momentos vividos em grupo e individualmente.

Acredito quer precisamos reorganizar nossas rotinas. As necessidades de atenção, afeto e convivência das crianças deve vir em primeiro lugar, afinal,  essa é a fase em que se forma grande parte do que seremos quando adultos.

Para ilustrar, vou compartilhar imagens de uma campanha que vem chamando atenção justamente para a tecnologia e o relacionamento entre pais e filhos.

Tecnologia na Infância

tecnologia na infância é tema na escola CELS Tecnologia na infância é discutido na escola CELS em Palhoça Tecnologia na infância é discutido na escola CELS em Palhoça

E aí, o que você acha da tecnologia na educação infantil?

The following two tabs change content below.
Lívia Salgado

Lívia Salgado

Diretora e Psicopedagoga at CELS - Centro Educacional Lívia Salgado
Lívia Salgado se declara mineira, pois se mudou ainda criança para Belo Horizonte, onde desde cedo trabalhou com crianças e estudou magistério no IEMG (Instituto de Educação de Minas Gerais). Também atuou como professora e coordenadora pedagógica antes de ter sua própria escola ainda em BH. Logo após se mudou para Santa Catarina, onde se formou em Pedagogia pela Unisul e fez especialização em educação infantil. Na sequência fez Pós Graduação em Psicopedagogia. Desde 2005 atua como coordenadora pedagógica do CELS, escola de educação infantil que leva seu nome, onde busca o desenvolvimento individual e pleno da criança no contexto social e cultural no qual está inserida. Mãe de dois filhos, apaixonada pela família e atividades domestica, adora seu lar onde se distrai cuidando de seus animais e plantas.
Lívia Salgado

Latest posts by Lívia Salgado (see all)

1 ideia sobre “A tecnologia na infância

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *