Empreendedorismo nas escolas, modismo ou necessidade?


Um mundo em “evolução desordenada” a tecnologia nos surpreendendo a todo momento, crianças extremamente inteligentes e curiosas, mas ao mesmo tempo com conhecimentos e habilidades pouco exploradas.

Aí você deve estar se perguntando: Como estimular habilidades e competências úteis em diversos contextos?

O empreendedorismo dentro das escolas, vem com o objetivo de desenvolver as habilidades que estão ” escondidas”, vem para despertar a capacidade do trabalho em grupo, dos riscos de errar e acertar, pois ambos caminham bem próximos.

Preparando para o futuro

Sabemos que a escola deve preparar o aluno para o futuro, para o mercado de trabalho e para as finanças. Mas quando isso deve acontecer? Desde pequeno!

Como qualquer outra habilidade, quanto antes as crianças recebem noções de como empreender, mais cedo elas têm condições de atingir o sucesso em suas carreiras.

O empreendedorismo na escola desenvolve a inteligência do planejamento e a humildade de refazer sempre que for preciso. Afinal, todos sabemos que é errando que se aprende, mas é tentando que se alcança o sucesso!  

Noções de empreendedorismo na escola

As noções que ensinamos valoriza o trabalho dos pais, pois faz as crianças entenderem o que é dinheiro e qual seu verdadeiro valor.

Traz para o grupo mais igualdade, pois passamos a mensagem que o dinheiro não faz o sucesso de uma empresa, quem dirá de uma pessoa. Mostramos, na prática, que o sucesso é resultado de muito trabalho.

O empreendedorismo no CELS

Eu como gestora de uma instituição educacional, vejo como necessidade trabalharmos como parte da grade curricular de ensino o empreendedorismo e finanças, conhecimento básico para a vida, assim como aprender a ler e escrever. Estas são uma das atividades que os alunos do ensino fundamental têm desde o 1º ano. Aqui no CELS, a turma montou o Brechó do Amor, onde comercializam uniforme e roupas doada pelos pais ao custo que varia de R$ 1 a R$ 10.

Se a empresa será um sucesso não sabemos, mas o trabalho que estão fazendo é encantador. Separam as roupas, dobram, colocam os preços, aprendem a dar o troco, trabalhar em equipe, liderar, escolher estratégias de vendas, vender e, é claro, alcançar a meta para adquirir o brinquedo novo para que eles possam se divertir na escola.

Os resultados desta iniciativa certamente virão, pois estamos em tempos onde as Startups estão fazendo parte do desenvolvimento dos países, com uma geração dos anos 90 que experimentaram e conheceram as noções de empreendedorismo bem mais cedo que as dos anos 70 e 80.

Agora imaginem os frutos que teremos daqui a uma década com as crianças aprendendo empreendedorismo e finanças a partir de 6 e 7 anos!!!

Se ainda não conhecia o projeto da nossa escola, agora que conhece, pode contribuir com doações. Depois, é só conferir como estão os resultados desta empresa dos alunos do 1º ano.

Bons negócios e até a próxima!!!

The following two tabs change content below.
Lívia Salgado

Lívia Salgado

Diretora e Psicopedagoga at CELS - Centro Educacional Lívia Salgado
Lívia Salgado se declara mineira, pois se mudou ainda criança para Belo Horizonte, onde desde cedo trabalhou com crianças e estudou magistério no IEMG (Instituto de Educação de Minas Gerais). Também atuou como professora e coordenadora pedagógica antes de ter sua própria escola ainda em BH. Logo após se mudou para Santa Catarina, onde se formou em Pedagogia pela Unisul e fez especialização em educação infantil. Na sequência fez Pós Graduação em Psicopedagogia. Desde 2005 atua como coordenadora pedagógica do CELS, escola de educação infantil que leva seu nome, onde busca o desenvolvimento individual e pleno da criança no contexto social e cultural no qual está inserida. Mãe de dois filhos, apaixonada pela família e atividades domestica, adora seu lar onde se distrai cuidando de seus animais e plantas.
Lívia Salgado

Latest posts by Lívia Salgado (see all)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *